Receitas mais recentes

Governador de Nova York oferece apoio à sidra com US $ 56.874 em financiamento estadual

Governador de Nova York oferece apoio à sidra com US $ 56.874 em financiamento estadual



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O dinheiro irá para pesquisas para beneficiar o rendimento e a qualidade das maçãs de cidra duras em Nova York

Nova York está preparada para aproveitar as vantagens da crescente indústria de sidra como o segundo maior produtor de maçã do país.

Como parte de um investimento de $ 1,1 milhão para apoiar o desenvolvimento da indústria agrícola do estado de Nova York, o governador Andrew M. Cuomo está dando $ 56.874 em financiamento estadual para a Estação Experimental Agrícola do Estado de Nova York para “o desenvolvimento e teste de variedades de maçã para a produção de sidra dura ", de acordo com um lançamento.

O redator do Guia de sidra, Eric West, diz: “Os fabricantes de sidra estão buscando ativamente variedades de maçã que produzam sidras com mais personalidade, portanto, esse financiamento pode ter um impacto significativo de longo prazo na indústria de sidra de Nova York”, cita Rua Grub.

A Estação Experimental, fundada em 1880, faz pesquisas para aumentar o rendimento e a qualidade das maçãs de sidra dura em Nova York. Este investimento em cidra dura faz sentido economicamente, já que Nova York está preparada para aproveitar as vantagens da crescente indústria de sidra como o segundo maior produtor de maçã do país.

O governador Cuomo também apoiou a extensão de um crédito fiscal concedido a pequenas cervejarias artesanais para fabricantes de sidra, vinícolas e destilarias.


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tiver certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao infinito mundo dos fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até nós - ou você pode reservar um tempo para você mesmo. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

Baby SCOBY começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, portanto, é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você tem que usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá simples para fazer um SCOBY, pois não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, eu pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tiver certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao mundo infinito de fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até nós - ou você pode reservar um tempo para você mesmo. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

O bebê SCOBY está começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, por isso é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você tem que usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá puro para fazer um SCOBY, pois ele não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tiver certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao infinito mundo dos fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até nós - ou você pode reservar um tempo para você mesmo. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

O bebê SCOBY está começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, por isso é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Eu experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você tem que usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá simples para fazer um SCOBY, pois não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, eu pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tem certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao mundo infinito de fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até mesmo nós - ou você mesmo pode reservar um tempo para fazer um. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

Baby SCOBY começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, por isso é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Eu experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você deve usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá puro para fazer um SCOBY, pois ele não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tiver certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao mundo infinito de fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até nós - ou você pode reservar um tempo para você mesmo. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

O bebê SCOBY está começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, por isso é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Eu experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você deve usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá puro para fazer um SCOBY, pois ele não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tiver certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao mundo infinito de fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até nós - ou você pode reservar um tempo para você mesmo. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

O bebê SCOBY está começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, portanto, é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Eu experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você tem que usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, desde que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá puro para fazer um SCOBY, pois ele não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, pude usar kombuchá com sabor quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no mais tardar - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. Em duas ou três semanas, você terá uma mãe de tamanho decente e poderá começar a fermentar seus próprios lotes de kombuchá.

Fazer seu primeiro lote de kombuchá é essencialmente o mesmo que fazer um SCOBY, extrapole suas proporções de açúcar para água e adicione meia xícara de chá inicial para sua mãe e você está pronto!


Fermentado sexta-feira # 2: SCOBY Doby Doo

Quando mencionei fazer um bug de gengibre para refrigerante na semana passada, também mencionei fazer um chá fermentado ligeiramente carbonatado chamado kombuchá. Se você não tem certeza do que é kombuchá, é um chá doce que foi inoculado e fermentou por um período de tempo. É fácil de fazer e muito mais barato do que comprá-lo na loja. O Kombuchá é para o mundo em fermentação o que as galinhas estão para o domicílio. É a porta de entrada que o apresenta ao mundo infinito de fermentos.

Tudo que você precisa para começar.

Fazer kombucha é realmente muito fácil, mas antes de começar a preparar lotes à direita e à esquerda, você deve criar uma SCOBY (cultura simbiótica de bactérias e leveduras) também conhecida como cultura-mãe. Há um bom número de lugares onde você pode encontrá-los online - uma rápida pesquisa no Google, Amazon ou, diabos, até mesmo nós - ou você mesmo pode reservar um tempo para fazer um. Fazer um SCOBY não é difícil, mas se for sua primeira incursão na fermentação, pode parecer um pouco assustador para todos os efeitos, não é, e você provavelmente tem a maioria das coisas de que precisa em sua cozinha.

O bebê SCOBY está começando a crescer.

Kombuchá é um chá fermentado, então você precisará de algum tipo de chá preto, açúcar, água em um recipiente de fermentação e um pouco de kombuchá puro. Mais tarde na vida, quando você tiver vários SCOBYs, poderá experimentar diferentes tipos de chás, mas os diferentes óleos e compostos podem afetar negativamente o SCOBY, por isso é recomendável começar com um chá preto básico. (Depois de usar um SCOBY no chá não preto, eu o dou para as galinhas e uso outra mãe na próxima vez.) O açúcar é outro fator importante para fazer a kombuchá, como qualquer fermento, as bactérias e o fermento precisam de açúcar para se alimentar. Açúcar branco refinado é o que a internet e todos os livros afirmam que funciona melhor. Experimentei diferentes tipos de açúcares e não notei nenhuma diferença no sabor. Novamente, para começar, use açúcar branco e, assim que começar, vá em frente e experimente. Lembre-se de que o mel é um antimicrobiano e embora possa funcionar para o kombuchá, ele retarda o processo e prejudica o SCOBY. Algumas pessoas colocam muito foco na água, dizendo que você tem que usar água filtrada ou engarrafada. Eu não achei que isso seja um problema, contanto que você não tenha água com cloro, você deve ficar bem. Se sua água for clorada, você pode comprar água engarrafada ou deixá-la em um recipiente com a tampa aberta (use um filtro de café) e deixe o cloro se dissipar no ar por um ou dois dias. No que diz respeito aos recipientes de fermentação, usei uma jarra de vidro vazia, ela começou cheia de picles. Ou, se um galão de kombuchá for muito, você pode comprar um pote de vidro de meio galão.

Assim que seu SCOBY começar a crescer, ele precisará de um lar quando não estiver sendo usado.

O último ingrediente chave é a cultura kombuchá, que pode ser obtida na loja. Tecnicamente, você deve usar kombuchá puro para fazer um SCOBY, pois ele não tem os sabores e óleos aditivos, no entanto, pude usar kombuchá aromatizado quando a loja não tinha nenhum.

Agora é hora de fazer o seu SCOBY. É simples. Quando você faz seu primeiro SCOBY, você não quer uma grande quantidade de kombuchá, então você pode começar com um pote do tamanho de um litro enquanto come todos os seus picles.

  1. Comece com uma xícara de água e ¼ xícara de açúcar. Aqueça a água com um saquinho de chá preto ou uma colher de chá preto solto e dissolva o açúcar.
  2. Deixe o chá esfriar a cerca de 70-80 ° F e remova o chá.
  3. Adicione sua garrafa de kombucha. Você pode adicionar a garrafa inteira, ou você pode adicionar menos, apenas certifique-se de obter as cepas visíveis e fermento do fundo em seu lote.
  4. Coloque uma tampa respirável em seu recipiente (elásticos e filtros de café funcionam bem).
  5. Coloque o recipiente em um local aquecido (70-80 ° F) e deixe descansar.
  6. Em alguns dias - sete no máximo - você começará a ver um bebê SCOBY se formando no topo.
  7. In two or three weeks, you’ll have a decent sized mother and will be able to start fermenting your own batches of kombucha.

Making your first batch of kombucha is essentially the same as making a SCOBY, extrapolate your sugar to water ratios and add your mother with a half-cup of starter tea and you’re off!


Fermented Friday #2: SCOBY Doby Doo

When I mentioned making a ginger bug for soda last week, I also mentioned making a slightly carbonated fermented tea called kombucha. If you’re not sure what kombucha is, it is a sweet tea that has been inoculated and allowed to ferment for a period of time. It is easy to make and a whole lot cheaper than buying it from the store. Kombucha is to the fermenting world what chickens are to homesteading. It’s that gateway that introduces you to the endless world of ferments.

All you need to start.

Making kombucha is really quite easy, but before you can start brewing batches right and left, you must come up with a SCOBY (symbiotic culture of bacteria and yeast) otherwise known as a mother culture. There are a good number of places you can find them online – a quick google search, Amazon, or heck, even us – or you can take the time to make one yourself. Making a SCOBY is not difficult, but if its your first foray into fermenting, it might seem a bit daunting for all intents and purposes, it is not, and you probably have most of the stuff you’ll need sitting in your kitchen.

Baby SCOBY starting to grow.

Kombucha is tea that is fermented, so you’ll need some sort of black tea, sugar, water a fermenting vessel and some plain kombucha. Later in life, when you have multiple SCOBYs you can experiment with different types of teas, but the different oils and compounds can effect your SCOBY adversely so it is recommended to start with a basic black tea. (After using a SCOBY in non-black tea, I give it to the chickens and use another mother next time.) Sugar is another important factor for making kombucha, like any ferment, the bacteria and yeast need sugar to feed on. White refined sugar is what the internet and all the books claim works the best. I have tried different types of sugars and have noticed no difference in taste. Again, to start, use white sugar, and once you get going go ahead and experiment. Remember that honey is an anti-microbial and while it may work for kombucha, it slows the process and hurts the SCOBY. Some people put a lot of focus on the water, saying you have to use filtered water or bottled water. I haven’t found this to be an issue, so long as you don’t have chlorinated water, you should be fine. If your water is chlorinated you can buy bottled water, or let your water sit in a container with an open top (use a coffee filter) and let the chlorine dissipate into the air for a day or two. As far as fermenting vessels go, I’ve used an empty glass gallon jar it started out full of pickles. Or if a gallon of kombucha is too much, you can get a half-gallon mason jar.

Once your SCOBY starts growing, they need a home when they’re not being used.

The last key ingredient is the kombucha culture which can actually be obtained from the store. Technically you should use plain kombucha for making a SCOBY as it does not have the additive flavors and oils, however I have been able to use flavored kombucha when the store did not have any plain.

Now it’s time to make your SCOBY. It is simple. When you make your first SCOBY you don’t want a huge batch of kombucha, so you could start with a quart size jar while you eat all your pickles.

  1. Start with a cup of water and ¼ cup of sugar. Heat the water up with one black tea bag or one tablespoon of loose black tea and dissolve the sugar.
  2. Allow the tea to cool to about 70-80°F and remove the tea.
  3. Add your bottle of kombucha. You can add the whole bottle, or you can add less, just make sure to get the visible strains and yeast from the bottom into your batch.
  4. Put a breathable top on your container (rubber bands and coffee filters work well).
  5. Put the container in a warm (70-80°F) place and let it rest.
  6. In a few days – seven at the latest – you’ll start to see a baby SCOBY forming on the top.
  7. In two or three weeks, you’ll have a decent sized mother and will be able to start fermenting your own batches of kombucha.

Making your first batch of kombucha is essentially the same as making a SCOBY, extrapolate your sugar to water ratios and add your mother with a half-cup of starter tea and you’re off!


Fermented Friday #2: SCOBY Doby Doo

When I mentioned making a ginger bug for soda last week, I also mentioned making a slightly carbonated fermented tea called kombucha. If you’re not sure what kombucha is, it is a sweet tea that has been inoculated and allowed to ferment for a period of time. It is easy to make and a whole lot cheaper than buying it from the store. Kombucha is to the fermenting world what chickens are to homesteading. It’s that gateway that introduces you to the endless world of ferments.

All you need to start.

Making kombucha is really quite easy, but before you can start brewing batches right and left, you must come up with a SCOBY (symbiotic culture of bacteria and yeast) otherwise known as a mother culture. There are a good number of places you can find them online – a quick google search, Amazon, or heck, even us – or you can take the time to make one yourself. Making a SCOBY is not difficult, but if its your first foray into fermenting, it might seem a bit daunting for all intents and purposes, it is not, and you probably have most of the stuff you’ll need sitting in your kitchen.

Baby SCOBY starting to grow.

Kombucha is tea that is fermented, so you’ll need some sort of black tea, sugar, water a fermenting vessel and some plain kombucha. Later in life, when you have multiple SCOBYs you can experiment with different types of teas, but the different oils and compounds can effect your SCOBY adversely so it is recommended to start with a basic black tea. (After using a SCOBY in non-black tea, I give it to the chickens and use another mother next time.) Sugar is another important factor for making kombucha, like any ferment, the bacteria and yeast need sugar to feed on. White refined sugar is what the internet and all the books claim works the best. I have tried different types of sugars and have noticed no difference in taste. Again, to start, use white sugar, and once you get going go ahead and experiment. Remember that honey is an anti-microbial and while it may work for kombucha, it slows the process and hurts the SCOBY. Some people put a lot of focus on the water, saying you have to use filtered water or bottled water. I haven’t found this to be an issue, so long as you don’t have chlorinated water, you should be fine. If your water is chlorinated you can buy bottled water, or let your water sit in a container with an open top (use a coffee filter) and let the chlorine dissipate into the air for a day or two. As far as fermenting vessels go, I’ve used an empty glass gallon jar it started out full of pickles. Or if a gallon of kombucha is too much, you can get a half-gallon mason jar.

Once your SCOBY starts growing, they need a home when they’re not being used.

The last key ingredient is the kombucha culture which can actually be obtained from the store. Technically you should use plain kombucha for making a SCOBY as it does not have the additive flavors and oils, however I have been able to use flavored kombucha when the store did not have any plain.

Now it’s time to make your SCOBY. It is simple. When you make your first SCOBY you don’t want a huge batch of kombucha, so you could start with a quart size jar while you eat all your pickles.

  1. Start with a cup of water and ¼ cup of sugar. Heat the water up with one black tea bag or one tablespoon of loose black tea and dissolve the sugar.
  2. Allow the tea to cool to about 70-80°F and remove the tea.
  3. Add your bottle of kombucha. You can add the whole bottle, or you can add less, just make sure to get the visible strains and yeast from the bottom into your batch.
  4. Put a breathable top on your container (rubber bands and coffee filters work well).
  5. Put the container in a warm (70-80°F) place and let it rest.
  6. In a few days – seven at the latest – you’ll start to see a baby SCOBY forming on the top.
  7. In two or three weeks, you’ll have a decent sized mother and will be able to start fermenting your own batches of kombucha.

Making your first batch of kombucha is essentially the same as making a SCOBY, extrapolate your sugar to water ratios and add your mother with a half-cup of starter tea and you’re off!


Fermented Friday #2: SCOBY Doby Doo

When I mentioned making a ginger bug for soda last week, I also mentioned making a slightly carbonated fermented tea called kombucha. If you’re not sure what kombucha is, it is a sweet tea that has been inoculated and allowed to ferment for a period of time. It is easy to make and a whole lot cheaper than buying it from the store. Kombucha is to the fermenting world what chickens are to homesteading. It’s that gateway that introduces you to the endless world of ferments.

All you need to start.

Making kombucha is really quite easy, but before you can start brewing batches right and left, you must come up with a SCOBY (symbiotic culture of bacteria and yeast) otherwise known as a mother culture. There are a good number of places you can find them online – a quick google search, Amazon, or heck, even us – or you can take the time to make one yourself. Making a SCOBY is not difficult, but if its your first foray into fermenting, it might seem a bit daunting for all intents and purposes, it is not, and you probably have most of the stuff you’ll need sitting in your kitchen.

Baby SCOBY starting to grow.

Kombucha is tea that is fermented, so you’ll need some sort of black tea, sugar, water a fermenting vessel and some plain kombucha. Later in life, when you have multiple SCOBYs you can experiment with different types of teas, but the different oils and compounds can effect your SCOBY adversely so it is recommended to start with a basic black tea. (After using a SCOBY in non-black tea, I give it to the chickens and use another mother next time.) Sugar is another important factor for making kombucha, like any ferment, the bacteria and yeast need sugar to feed on. White refined sugar is what the internet and all the books claim works the best. I have tried different types of sugars and have noticed no difference in taste. Again, to start, use white sugar, and once you get going go ahead and experiment. Remember that honey is an anti-microbial and while it may work for kombucha, it slows the process and hurts the SCOBY. Some people put a lot of focus on the water, saying you have to use filtered water or bottled water. I haven’t found this to be an issue, so long as you don’t have chlorinated water, you should be fine. If your water is chlorinated you can buy bottled water, or let your water sit in a container with an open top (use a coffee filter) and let the chlorine dissipate into the air for a day or two. As far as fermenting vessels go, I’ve used an empty glass gallon jar it started out full of pickles. Or if a gallon of kombucha is too much, you can get a half-gallon mason jar.

Once your SCOBY starts growing, they need a home when they’re not being used.

The last key ingredient is the kombucha culture which can actually be obtained from the store. Technically you should use plain kombucha for making a SCOBY as it does not have the additive flavors and oils, however I have been able to use flavored kombucha when the store did not have any plain.

Now it’s time to make your SCOBY. It is simple. When you make your first SCOBY you don’t want a huge batch of kombucha, so you could start with a quart size jar while you eat all your pickles.

  1. Start with a cup of water and ¼ cup of sugar. Heat the water up with one black tea bag or one tablespoon of loose black tea and dissolve the sugar.
  2. Allow the tea to cool to about 70-80°F and remove the tea.
  3. Add your bottle of kombucha. You can add the whole bottle, or you can add less, just make sure to get the visible strains and yeast from the bottom into your batch.
  4. Put a breathable top on your container (rubber bands and coffee filters work well).
  5. Put the container in a warm (70-80°F) place and let it rest.
  6. In a few days – seven at the latest – you’ll start to see a baby SCOBY forming on the top.
  7. In two or three weeks, you’ll have a decent sized mother and will be able to start fermenting your own batches of kombucha.

Making your first batch of kombucha is essentially the same as making a SCOBY, extrapolate your sugar to water ratios and add your mother with a half-cup of starter tea and you’re off!


Assista o vídeo: Governador de Nova York é acusado de assédio sexual (Agosto 2022).